domingo, 3 de maio de 2015

Reflexões

Achei: 
Quem é essa gente pulando? 
Esse tipo de festa não é pra mim... Não tenho mais idade pra isso. Não combina comigo.
Olho pra garrafa de cerveja na minha mão, brinco com sua borda... Nem gosto de cerveja!!
Pensei nas viagens. Preciso muito viajar. Preciso de ares novos pelo meu rosto.
Penso. 
Quem essa gente procura? Quem esperam encontrar aqui? Aqui não é lugar pra encontrar um novo amor. Nem no supermercado. Nem na farmácia. Nem na biblioteca. Em lugar nenhum. É triste. Isso não existe. 
Minha amiga conversa com alguém. Busco a segunda garrafa de cerveja. Céus, mas eu nem gosto de cerveja!!
Sento, novamente. Os pés não são os mesmos. Os tempos são outros.
Estou com fome. Acho que a última coisa que comi foi um Doritos e umas duas jujubas.
Começa a tocar umas músicas da minha época de adolescente. Fiquei animada. O que me fez lembrar do taxista que colocou umas músicas deprimentes enquanto chovia. 
Tirei os saltos. Puxa, sou baixa! Alguém derrubou umas garrafas e tinha vidro espalhado. Tem um rapaz com uma camisa do Heisenberg. Fica estranho pedir pra tirar foto? O que me lembra da que ainda estou triste pelo fim da série.
Porque não dançar? Nem tomei a tequila de cortesia. Mas nem gosto de tequila. E porque estou bebendo cerveja?! Não vejo a hora de dormir.
Semana que vem a rotina volta com tudo. Ainda tenho que estudar. Tem consulta na segunda. Preciso de férias. Quanto tempo falta pra viagem? Tenho que comprar aquelas almofadinhas pra dormir em avião.
Cada vez mais perto. 
Isso não vai preencher nada. Esvaziou. Acho que vou ficar assim por um bom tempo. Umas temporadas, talvez.
Já vai acabar? Quero hamburguer.
A festa tá acabando. As pessoas saíram daqui mais realizadas? São pessoas melhores?
Não estou julgando. Estou aqui também. Terça tem corrida. Será o que o tênis já secou?
Tenho que refazer planos. E os blogs estão desatualizados. Olho pra minha mão, as unhas estão crescendo. Olho pra lugar nenhum. Olho pra minha mão novamente. Queria comprar uma casa. Um lar. Ter ma banheira no banheiro. 
Acabou. Minha amiga também quer comer. A moça nem trouxe guardanapo. Meu hamburguer é mehor. 
Sangro por mais tempo do que imaginei. Será que isso vai passar logo...?
Finalmente a cama.
Está quente e quieto aqui.
Um lugar tinha que estar.

0 comentários: