segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Carta para o cupido (antes que o mundo acabe)

Achei: 

"Gostaria de olhar para seus olhos castanhos mais uma vez. De te ver corar. De dizer que ainda te amo. Ora... os anos não impedem isso. E pedir para que me explicasse porque sinto isso se nem o gosto da sua saliva, um dia, eu senti. Não trocamos juras, nem te contei a verdade. Sufoquei-a dentro de mim, e me arrependo. Gostaria de fazer amor com você pelo menos uma vez na vida. E deixar suores se misturarem, e ouvir um gemido de satisfação. O amor foi feito.
Já disse que adoro mitologia grega? Sim, sou apaixonada pelos deuses.”

0 comentários: