domingo, 4 de dezembro de 2011

Nau oriental

Achei: 
Estou sem sono.
Você me veio à cabeça e, por isso, preciso escrever minha insônia. A causa dela.
Lembro que há alguns dias sonhei com você. Eu soluçava sua partida e acordei triste, sentindo dor.
Não desejava isso e você foi, sem me dizer adeus...
Eu não lhe fui importante?!
Sei que fui... e talvez por isso preferiu evitar minha voz, meus olhos te pedindo pra ficar.
Você é importante. Meu primeiro amor, e o único primeiro.
O único.
A doce nostalgia de nossos amores sinceros me machuca, é a vontade de reviver o que passou e não conseguir que dói demais.
Dói.
Contudo, sou feliz. Feliz por ter conhecido você, menino, que se tornou um homem e um modelo de referências para mim... E mesmo sabendo que cada um seguiu com suas vidas e que não nos veremos mais, eu preciso dizer que preciso saber que está feliz.
Porque foi com você que compreendi o que é amar...
Amar de verdade.
Amo-o tanto que saber que você está feliz me deixa muito bem.
Imaginando aquele sorriso puro, que lhe pertence, eternamente em seu rosto.

Você está feliz?

2 comentários:

Lorenna Braga disse...

Lembrei do teu sonho em que estava vestida de noiva e prestes a se casar com um oriental... olha, as preces podem ser atendidas...

Linda Queiroz disse...

Ái chica!! Será? Se bem que eu num to pedindo, só to sonhando e não tenho culpa de sonhar esses sonhos sonhados! Rs